Blog

Pós-cirurgia ortognática

Pós-cirurgia ortognática

Este material foi elaborado com a finalidade de orientar você e seus familiares sobre a cirurgia ortognática, preparo e cuidados no pós-operatório da cirurgia.

Toda cirurgia necessita de alguns cuidados para sua melhor recuperação, sendo assim, procure aproveitar ao máximo as informações e se persistirem dúvidas entre em contato.

 

 1 Semana antes da sua Cirurgia

ARNICA - Orientamos aos nossos pacientes o uso da ARNICA com o objetivo de auxiliar seu corpo a controlar o processo inflamatório, dor e o risco de infecção.  - A melhor formulação é em gotas e pode ser a tintura de Arnica. Diluir 5ml em água 3 vezes ao dia, preferencialmente antes das principais refeições. Caso você prefira há em gotas ou comprimidos. Você encontrará essas formulações em farmácias comuns ou de manipulação. - Você deve manter o uso por até 7 dias após a cirurgia.

 

O dia da sua cirurgia

No dia e horário marcados você deverá comparecer no hospital para sua internação.

 

Leve com você:

  •  Seus exames (de sangue, RXs),
  • Documentos (RG, CPF),
  • Cartão do plano de saúde, guia de liberação do convênio (se for o caso),
  • Carta para internação do cirurgião,
  • Objetos pessoais (higiene pessoal e roupas confortáveis). 

 

Por ser uma cirurgia sob anestesia geral você deve seguir algumas orientações:

  • Jejum de 8 horas (inclusive líquidos),
  • Unhas dos pés e mãos sem esmalte,
  • Cabelos secos e sem cremes,
  • Deixe em casa brincos, pulseiras, anéis, correntes e piercings, se houver. 

 

Após a cirurgia

 Ao término da cirurgia você ficará na Sala de Recuperação Anestésica no centro cirúrgico. O tempo de permanência nesse local pode variar de um paciente para outro (geralmente 1 a 3 horas). 

 Quando você estiver bem acordado retornará para o seu quarto. Solicitamos que sempre esteja presente um familiar ou acompanhante no quarto com você.

 

No quarto 

  • Você ficará com a cabeceira da cama elevada, 
  • Poderá sentir muito sono (efeito da anestesia), 
  • Poderá falar e ingerir líquidos,
  • Receberá as medicações pela equipe de enfermagem. 

 

O que é normal nesse período:  

  • Sentir náusea e dor de cabeça (efeito da anestesia),
  • Sentir sede e fome (você ficou um período em jejum),
  • Sensação de pressão na face (você estará com curativos para conter o inchaço).
  • Pouca sensibilidade na face e você “babar” sem perceber.
  • Dificuldade de abrir a boca (devido ao inchaço). 

 

Cuidados no quarto:  

  • Você pode levantar para ir ao banheiro, mas para sua segurança peça para um familiar ou enfermeiro acompanhá-lo. 
  • Os lábios ficarão secos e para isso você deve aplicar uma pomada frequentemente (a enfermagem deixará uma pomada a sua disposição). 
  • Em caso de dúvidas entre em contato!

 

 Alta Hospitalar

  •  Você receberá alta no dia seguinte, mas isso depende da sua recuperação!
  •  Na alta você receberá as prescrições para uso em casa de medicações para inchaço, dor e prevenção de infecção. 
  •  Você poderá ficar afastado de suas atividades por até 14 dias ou conforme sua recuperação.

 

Pós-operatório (em casa)

Alimentação

  • Procure beber bastante líquidos (água, sucos, água de coco, Gatorade). De preferencia de 3 litros por dia. 
  • Faça preparos de frutas com leite (vitaminas) no liquidificador, mingau e achocolatados. 
  • Experimente novos sabores de sorvetes e iogurtes! 
  • Você pode beber com copos e caso necessite utilize seringas descartáveis de 60ml e canudo para auxiliá-lo/a. As seringas podem ser adquiridas nas farmácias ou em lojas de produtos médico-hospitalares. 
  • Nas primeiras 48 horas você deve ingerir somente alimentos frios. Prepare sopas batidas no liquidificador de verduras, legumes, cereais e carne. 
  • Procure respeitar a aceitação do seu corpo, mas lembre-se de comer aproximadamente de 3 em 3 horas. Sua recuperação depende de uma alimentação adequada para ajudar a cicatrização e evitar infecções. 
  • Depois de mais ou menos 3 a 4 dias (no caso de pacientes que não precisam ficar com a boca fechada com elásticos/fios de aço) você poderá passar para uma dieta pastosa (semelhante a papinha para bebê) por aproximadamente 2 semanas. Procure ingerir diferentes tipos de sopas. Lembre-se de pesquisar na internet receitas agradáveis ao seu paladar! 
  • Em seguida poderá fazer uso de alimentos amassados (banana, maçã, abacate, purê de batata, mandioca, feijão, carne moída, suflês). 
  • Em torno de 90 dias sua dieta já pode voltar ao normal. E com certeza com uma oclusão (mordida) muito mais eficiente! Lembre-se que o objetivo principal do seu procedimento é uma mordida adequada.
  • Aproveite o tempo livre e pesquise receitas na internet.  Você passará os dias de repouso mais rápido e cuidando da sua saúde!

 

Sensibilidade

Nesta fase inicial da sua recuperação pode ocorrer perda da sensibilidade de dentes e lábios. Durante a ingestão de alimentos e bebidas você poderá “babar” sem perceber.

 

Medicação

  • Tome todas as medicações prescritas nos horários corretos. 
  •  Você pode programar o despertador do seu celular, principalmente a noite, para não esquecer.

 

Peso

  • É normal uma perda de peso no primeiro mês (pode chegar em torno dos 10% do seu peso normal).
  • Atenção! Não aproveite essa fase para conseguir fazer regime. Essa perda de peso deve ser saudável. Por isso, se for necessário será recomendado suplementos vitamínicos. Você não pode deixar de se alimentar para não prejudicar sua recuperação!

 

Cuidados com a Higiene Oral

  •  Escovar os dentes será muito trabalhoso nas primeiras semanas. No primeiro retorno ao consultório você será orientado com relação a higiene.
  •  Providencie escova dental com a cabeça menor e cerdas macias.
  •  Você pode utilizar as escovas infantis ou há no mercado as escovas denominadas pós-cirúrgicas.
  •  Devido ao inchaço você terá dificuldade de colocar a escova na boca. Utilize um dedo para afastar as bochechas e inserir a escova na boca. No vai e vem da escova faça movimentos devagar e não faça força.  É importante que os dentes mais posteriores também sejam higienizados. Após a escovação enxague bem e faça o bochecho (devagar e sem forçar) com o antisséptico recomendado.

 

Cuidados Gerais

  • Manter cabe ça elevada: Procure utilizar 2 travesseiros nos primeiros dias ou levantar a cabeceira da cama. Manter a cabeça mais elevada que o corpo ajuda a evitar mais inchaço.
  • Gelo: Compressas de gelo nas primeiras 48 horas também auxiliam no controle do inchaço e desconforto. Faça compressas de 20 em 20 minutos.
  •  Você pode utilizar um bolsa para gelo ou colocar cubos em um saco plástico. Mas sempre cubra a sua pele com um pano para proteger de queimaduras. Como a sensibilidade na região pode estar alterada verifique com frequência se não está ocorrendo irritações na pele.
  •  Repouso: evite atividades físicas. Mas isso não significa que você deva ficar deitado o dia inteiro. Você pode caminhar pela casa de 2 em 2 horas. Isso ajuda a circulação sanguínea nas pernas e o intestino a funcionar normalmente.  Lembre-se: Isso é normal e será só por um determinado período!
  •  Você poderá fazer atividades no computador, ler, assistir televisão e muitos filmes! - Evite se expor ao sol . O calor aumentará o inchaço e pode causar desconforto.

 

Exercícios Faciais

 Você pode fazer exercícios com os músculos da face para ajudar na recuperação e o retorno da sensibilidade após a liberação do cirurgião. Esses exercícios podem ser realizados de 3 a 4 vezes ao dia com séries de 10 a 20 vezes.

  • Com a bochecha:  Faça uma bolha de ar dentro da boca e a desloque de uma lado para o outro. 
  •  Com a língua:  Tente passar a ponta da língua no lábio superior e inferior. Caso você tenha perda da sensibilidade, faça os exercícios na frente do espelho.

  

 

Abertura de Boca e uso de Elásticos:

 Siga as orientações com relação ao uso e troca dos elásticos. Aos poucos a abertura da boca voltará ao normal (geralmente em torno de 6 semanas).

 O excesso de força para abrir a boca e mastigar nos primeiros 90 dias pode prejudicar a cicatrização dos ossos na nova posição e pode comprometer a estabilidade do resultado do seu procedimento!

 

Outras recomendações:

  • Em alguns casos pode ser necessário o acompanhamento de um(a) fonoaudiólogo(a) ou fisioterapeuta para reprogramar os músculos  da face e a língua na nova posição.  Nesse caso você pode procurar um profissional de sua preferência. Se houver necessidade, podemos indicar um profissional da área.
  • Para acelerar a diminuição do inchaço poderá ser feito drenagem linfática na face após 15 ou 30 dias do procedimento.
  • O inchaço vai diminuir significativamente após 15 dias, mas na região lateral do nariz pode permanecer por 4 a 6 meses. Logo será possível ver seu novo perfil facial.
  •  Seus lábios podem ter rachaduras. Procure mantê-los hidratados. Sugerimos o uso de pomadas/cremes como Bepantol (Bayer) e Ceralip (La Roche Posay).
  •  Banho e curativos: Você pode lavar a cabeça normalmente, mas evite água muito quente pois poderá aumentar o inchaço. Em alguns casos o paciente usará um curativo no rosto que pode ser seco com a ajuda de secador de cabelo ligado na temperatura fria.
  • Você pode sentir o nariz entupido e poderá usar um descongestionante nasal de 6 em 6 horas.

  

Resumo rápido das dúvidas que você irá ter quando chegar ao quarto

  •  Atividades físicas: Você poderá retornar as suas atividades em 15 dias. Exercícios mais intensos como academia e corridas deve ser liberado após 30 dias.
  •  Alimentação: Sua dieta voltará ao normal em 60 a 90 dias.
  •  Retorno ao Ortodontista: Em 20 a 30 dias você retornará ao ortodontista.  Iremos orientar no acompanhamento. 
  •  Medicação: Você pode tomar sua medicação junto com os alimentos.
  •  Dor e Desconforto: Se você não sentir dor após 2 dias, não há necessidade de tomar o analgésico. Continue com o anti-inflamatório e o antibiótico.
  •  As Placas e Parafusos precisam ser removidas? Não. As placas e parafusos normalmente não são removidas. Somente em casos de infecção ou se alguma delas soltar.
  •  Quanto tempo demora para a sensibilidade voltar ao normal? Em média de 2 a 6 meses a sensibilidade volta ao normal. Raros casos demoram de 8 a 12 meses. E em mais raros casos ainda, pode não voltar totalmente a sensibilidade.
  •  Remoção dos pontos: Os pontos em sua gengiva serão removidos no seu retorno ao consultório. Alguns casos utilizamos fio que reabsorvem e “caem sozinhos”.

Este material foi elaborado com base nas dúvidas mais frequentes dos pacientes. Persistindo alguma dúvida entre em contato!

Uma sugestão é você levar este material com os documentos para o hospital para consulta rápida.

 Boa recuperação!

Compartilhe: