Blog

Pós-tratamento ortodôntico

Pós-tratamento ortodôntico

Após a instalação de qualquer aparelho, seja removível ou fixo, você deverá passar por um período de adaptação, que varia de acordo com o tipo de aparelho e com a sua idade. Neste período, que pode variar entre 2 a 5 dias, é normal você sentir uma certa pressão sobre os dentes. Esta sensibilidade pode ser tranquilamente controlada com uma medicação à base de analgésicos e anti-inflamatórios convencionais.

Em um tratamento ortodôntico, geralmente as forças aplicadas promovem um padrão de movimentação dentária que apresenta uma duração de aproximadamente 30 dias, sendo este o principal motivo de o tratamento ser acompanhado nas consultas de manutenção ortodônticas mensalmente. A cada consulta, vão ser feitas avaliações dos resultados conseguidos pela última ativação, sendo feita sempre uma reavaliação antes que seja feita uma nova ativação.

Seja com os aparelhos removíveis (aqui também se referindo ao aparelho Invisalign) ou com o aparelho fixo, você tem o compromisso de manter um cuidado extremo com ambos, desde a manutenção de sua integridade (sem quebrar), até a higienização tanto dos aparelhos como dos dentes, com o uso constante de escova e fio dental.

Meu nome é Angela Tiburski, sou graduada em odontologia, especialista em ortodontia e ortopedia facial. Vou esclarecer mais algumas dúvidas sobre o pós do tratamento ortodôntico:

 

O que é Ortodontia?

É a especialidade da Odontologia que estuda o crescimento e desenvolvimento da face, bem como o desenvolvimento das dentições decíduas (de leite), mista e permanente e seus desvios de normalidade, prevenindo e interceptando as más oclusões dentárias.

 

Quais os tipos de correções realizadas?

A ortodontia, em geral, inicia seu tratamento com condutas mais simples, como a manutenção de espaços nos casos de perda prematura de dentes, e vai até a correção dos casos mais complexos, como os tratamentos ortodônticos associados ao aumento ou diminuição cirúrgica dos maxilares.

 

Qual é a função do tratamento ortodôntico, além da estética?

A função do tratamento ortodôntico é restabelecer a oclusão dentária que é necessária para a correta mastigação. Com uma oclusão normal a saúde bucal é restabelecida e os problemas de respiração, deglutição e fonação são evitados.

 

Quanto tempo demora um tratamento ortodôntico?

A duração do tratamento ortodôntico é de difícil previsão, pois depende de fatores que vão das respostas biológicas de cada paciente à natureza da correção e à cooperação do paciente. De 24 a 30 meses é a duração média de um tratamento.

 

O paciente sente dor durante o tratamento?

No início, na instalação do aparelho, há certa sensibilidade. Essa pequena sensibilidade poderá surgir também após cada ajuste realizado pela ortodontista.

 

Existe algum risco no tratamento?

Quando bem planejado e executado por profissional competente e havendo uma perfeita colaboração da parte do paciente, não existem riscos significativos no tratamento ortodôntico.

 

Existe a possibilidade dos dentes retornarem à sua posição inicial?

Os dentes não voltam à posição original, mas podem sofrer pequenas alterações depois do tratamento que podem estar relacionadas ao crescimento e às alterações funcionais. Porém, essa tendência pode ser minimizada através de um correto planejamento de todo o tratamento e do uso da contenção pelo paciente.

 

Relacionamento Ortodontista/Paciente

Este relacionamento deve ser franco e direto. As responsabilidades de ambos devem ser definidas a fim de que o tratamento transcorra da melhor forma possível, para de chegar ao objetivo desejado.

 

Contrato de prestação de serviços

O contrato de prestação de serviços é um meio de garantir a tranquilidade do profissional e, principalmente, a do cliente. Através dele o cliente saberá o quanto o tratamento irá lhe custar e ficará a par de tudo que envolve seu tratamento.

 

Arranjos financeiros

Nós consideramos útil uma conversa franca sobre os serviços e honorários antes do início do tratamento, para que não haja mal entendidos. As obrigações relacionadas aos serviços que prestamos a você são de sua responsabilidade.

 

Regras da clínica

Na primeira consulta será executado o exame inicial, que servirá para determinar suas necessidades ortodônticas. Nós aconselhamos você sobre seu problema e o tratamento que deverá ser executado.

Será fornecido também um orçamento do tratamento a ser realizado e das prestações mensais a serem pagas, independentemente da frequência ao consultório (se você comparecer mais de uma vez no mês, será cobrado apenas uma prestação, o mesmo ocorrerá se você não comparecer).

Será solicitada a documentação ortodôntica necessária, que poderá constar de radiografias, moldagens, fotografias e outros meios auxiliares de diagnóstico. Se o paciente for menor de idade, um dos pais ou o responsável deverá estar presente na primeira consulta.

Nas demais consultas, o acompanhante deve aguardar na recepção, para que o profissional tenha tranquilidade para atender ao paciente com mais atenção. Entretanto, se o responsável desejar falar com a ortodontista a qualquer momento, ele deve informar a recepcionista.

O tratamento será executado através de consulta previamente marcada, salvo em casos de emergência.

Caso você não possa comparecer a uma consulta marcada, por favor, nos informe com pelo menos 24 horas de antecedência, para que possamos agendar outro paciente no seu horário.

Lembre-se sempre de telefonar antes de comparecer ao consultório, para podermos programar a consulta.

 

Cooperação

A qualidade do tratamento ortodôntico baseia-se  fundamentalmente na cooperação do paciente (principalmente quando estiver usando aparelho removível). Seu esforço é igual ao resultado. Ele pode resultar em dentes bem posicionados, sem manchas e cáries no final do tratamento, ou o contrário. Tudo vai depender do seu esforço e cooperação. Nós não podemos controlar o tempo que você usa o aparelho móvel, sua escovação ou seus hábitos alimentares, podemos somente orientá-lo. Com o uso incorreto dos aparelhos, má escovação, pouca cooperação, você não está enganando o ortodontista, mas a si mesmo. Quanto menor a cooperação, pior e mais demorado será o resultado do tratamento.

Lembre-se sempre: quanto melhor você for como paciente, mais rápido chegaremos ao objetivo e melhores serão os resultados.

Siga as instruções, compareça as consultas, dê o melhor de si.

Imagine como ficarão os seus dentes e eles poderão ficar exatamente como você imaginou. Juntos nós conseguiremos.

 

Quais são os tipos de aparelhos?

Existem dois tipos: o aparelho removível (incluindo Invisalign) e o fixo. O aparelho removível pode ser ortodôntico (realiza pequenas movimentações dentárias) ou ortopédico (promove alterações ósseas) e seu uso depende essencialmente da colaboração do paciente. Já o fixo é colado aos dentes através de resinas ou cimentos.

 

Peças e acessórios dos aparelhos fixos:

  • Braquetes: são as pecinhas metálicas coladas em cada dente (podem também ser transparentes ou da cor do dente);
  • Arcos: são os fios metálicos que passam por dentro dos braquetes. Ao decorrer do tratamento, eles são trocados por outros mais grossos. É isso que proporciona a impressão de “apertar” o aparelho;
  • Banda: anel colocado em volta dos dentes posteriores para soldar os tubos ou braquetes, pois nestes dentes geralmente as peças não param coladas devido ao grande esforço mastigatório;
  • Tubo: é a peça soldada no último dente para abrigar as pontas dos arcos;
  • Ligaduras elásticas: são as borrachinhas que prendem os arcos aos braquetes;
  • Arco Extra-Bucal (AEB): arco usado fora da boca do paciente para, por exemplo, movimentar a maxila (arcada superior) para trás enquanto a mandíbula (arcada inferior) cresce;
  • Mini-implante: é um dispositivo de ancoragem utilizado em alguns casos para auxílio da movimentação dentária.

Se algum problema ocorrer com qualquer um dos acessórios mencionados acima, recorra a este tópico para identificar o acessório em questão antes mesmo de telefonar para o consultório. Assim ficará mais fácil para você explicar o que aconteceu.

 

Hábitos alimentares que devem ser interrompidos durante o tratamento

Se você usa aparelho fixo:

  • Escove os dentes logo após as refeições e utilize o fio dental com ajuda do passa fio. Não utilize palitos;
  • Leve sempre a escova às consultas e escove os dentes antes de ser atendido;
  • Evite usar os dentes anteriores para cortar alimentos. Corte-os com uma faca (principalmente maça, cenoura, churrasco, sanduíches, etc.);
  • Evite alimentos que tenha muita fibra, como abacaxi, manga, cana;
  • Evite alimentos pegajosos ou duros, como chicletes, bala de goma, caramelo, torrone, pé-de-moleque, rapadura, amendoim, castanhas, nozes, coco e pistache;
  • É normal sentir dor nos primeiros dias após as ativações do aparelho. Se não conseguir mastigar alimentos, tome líquido e avise a sua ortodontista do ocorrido;
  • Não é normal o aparelho machucar a boca. Se isso acontecer, avisa a ortodontista;
  • Solicite a ortodontista cera branca para evitar que o aparelho machuque os lábios e bochechas;
  • Mantenha alimentos e objetos de maior dureza fora de sua boca;
  • Use o bom senso quando for escolher os alimentos.

 

Se você usa aparelho removível:

  • Use o aparelho de acordo com a orientação da sua ortodontista;
  • Guarde o aparelho em estojo apropriado com algodão embebido com água;
  • Se não puder usar os aparelhos devido à quebra, falta de adaptação ou por estar machucando, guarde-o em um recipiente com água. Entre em contato com sua ortodontista para marcar uma consulta o mais rápido possível;
  • Ative o aparelho de acordo com as recomendações da ortodontista;
  • O aparelho pode pressionar os dentes, mas não deve machucar a boca. Uma sensação dolorosa é normal logo depois das ativações. Caso essa dor seja insuportável, avise à ortodontista;
  • Para evitar mau cheiro do aparelho, coloque-o depois de escovado em copo com água e enxaguante bucal.

 

Aparelho Invisalign – 5 dicas para você lembrar

 

 

Remoção do aparelho

Finalmente o momento pelo qual você estava esperando tanto!

Antes da remoção do aparelho serão feitas as moldagens para a confecção do aparelho de contenção.

Seu aparelho de contenção superior é removível (o inferior também pode ser) e desenhado para manter os seus dentes nas posições corretas.

Se o aparelho de contenção não for usado (ou usado incorretamente ou pouco usado) a tendência dos dentes é voltarem a posição que se encontravam antes do início do tratamento. Isso acontece em pouco tempo.

A contenção deve ser usada o dia todo por tempo determinado. Se houver qualquer incomodação em algum local específico, nos comunique. Você não deve ficar mexendo com o aparelho usando a língua, pois isso pode prejudicar os seus dentes. Se houver quebra do aparelho, deve nos comunicar imediatamente, pois ficar sem o aparelho pode ser muito prejudicial.

 

Obrigada, e qualquer dúvida estamos a seu dispor!



 

 

Compartilhe: