Blog

Preenchimento Labial

Preenchimento Labial

Os lábios estão sempre em pauta quando o assunto é beleza facial, incluindo técnicas caseiras, truques de maquiagem e até estratégicos ângulos e filtros para sair com a boca mais carnuda em fotos e vídeos.

Para que o preenchimento labial tenha um resultado bonito e natural, o bom senso do especialista  faz toda a diferença. A medida do lábio precisa estar de acordo com o tamanho da face desse paciente e até mesmo com sua personalidade.

Se você tem interesse em fazer o preenchimento labial (ou apenas busca entender melhor o assunto), tire suas dúvidas e garanta que a escolha certa seja feita.

O que é?

O preenchimento labial é um procedimento estético com finalidade de delinear seu contorno, aumentar o volume ou até mesmo projetá-los.

É considerado um procedimento minimamente invasivo e não uma cirurgia, já que não necessita de centro cirúrgico para a realização, podendo ser feito em consultório médico.

Tipos

Existem diversas técnicas de preenchimento ou escultura labial, a Dra. Angela Tiburski ensina isso em seus cursos. O material mais utilizado para tal função é o ácido hialurônico e entre eles há diversas densidades. Há pacientes que querem apenas aquele efeito de hidratação, onde a Dra. então utiliza ácido hialurônico bem fluido dando efeito gloss e há ácidos de médias e altas densidades. O profissional precisa identificar a anatomia do paciente e o temperamento dele para uma escolha adequada de material.

Para quem é indicado?

  • Pessoas com assimetrias, lábios pouco volume ou desproporção entre lábio superior e inferior, lábios com envelhecimento (código de barras);
  • Lábios com pouco contorno ou com patologias.

Antes da realização do procedimento, o especialista avalia o estado de saúde do paciente que deseja melhorar a estética ou corrigir algum defeito nos lábios.

Não há idade apropriada para fazer o preenchimento labial, mas é recomendado que a decisão seja tomada depois dos 18 anos. Caso contrário, o menor de idade deve avaliar a situação junto dos responsáveis e do especialista, para que todos entendam melhor a finalidade buscada.

Como é feito o preenchimento labial?

Feito bloqueio anestésico pelo dentista, que então realiza o procedimento de forma indolor ao pacien te. Após alguns minutos, injeta-se o produto com uma agulha ou microcânula para dar volume, definir o contorno ou corrigir defeitos dos lábios - tudo depende da queixa do paciente.

Contraindicações

O ácido hialurônico já está presente no nosso corpo nos ossos, cartilagens ou pele e por isso não traz alergia ou contra-indicação, apenas nesses casos abaixo:

  • Pessoas com doenças autoimunes;
  • Feridas ou herpes nos lábios;
  • Doença oncológica;
  • Lúpus Eritematoso Sistêmico;
  • Lactantes;
  • Gravidez;
  • Pessoas com pneumonia ou alguma infecção.

Duração do ácido hialurônico

Com os produtos que a Dra. Angela utiliza na clínica Orto e Arte, os lábios costumam ter duração de até 18 meses. A maioria dos pacientes faz manutenção do preenchimento a cada 12 meses. Até mesmo para prevenir o envelhecimento do lábio e região perioral.

Pós-procedimento

  • Não faça atividades físicas

Embora seja uma intervenção simples, o preenchimento facial requer um repouso de 24 horas para evitar problemas, como a formação de hematomas ou edemas em excesso. Por isso, nesse período, não é recomendado fazer atividades físicas, como corrida ou musculação.

As tarefas mais vigorosas no cuidado com a casa também devem ser deixadas de lado. Passado esse intervalo, já é possível retomar a rotina normalmente.

  • Evite fazer massagens no local da aplicação

A aplicação de ácido hialurônico pode causar a formação de edemas leves e moderados, o que faz muitos pacientes se sentirem tentados a massagear a região para amenizar o inchaço. Os profissionais alertam que isso não deve ser feito, uma vez que o edema é uma reação normal e esperada.

Dessa forma, qualquer fricção ou toque mais vigoroso na região em que foi feito o preenchimento não deve ocorrer antes de passadas seis horas do procedimento. Isso inclui o uso de cremes de limpeza, protetor solar e maquiagem.

Já as massagens estéticas e o uso de aparelhos de radiofrequência devem ser iniciados somente duas semanas depois da aplicação do ácido hialurônico.

  • Evite tomar sol

Logo após a realização do preenchimento facial com ácido hialurônico, a exposição ao sol deve ser evitada ao máximo, pois os raios solares favorecem o surgimento de manchas nos pontos avermelhados ou arroxeados da pele. Passadas seis horas do procedimento, o uso do filtro solar deve ser um cuidado diário, inclusive durante a permanência em lugares fechados, como o escritório ou o shopping.

Lembre-se de escolher um produto adequado para o seu tipo de pele e com um fator de proteção elevado. O ideal é usar protetor solar de fator 30, no mínimo. Pessoas com pele mais clara precisam de proteção maior, pois a pele é mais sensível aos efeitos nocivos do sol.

  • Não se exponha a temperaturas extremas

Nas semanas depois do procedimento, o ideal é evitar expor o corpo a temperaturas extremas, pois o calor e o frio em excesso podem interferir no processo de absorção do edema e manter o rosto inchado por mais tempo. Por isso, procure manter os cômodos bem ventilados e, caso não seja possível eliminar a exposição ao ar-condicionado no trabalho, mantenha a temperatura mais amena.

  • Use compressas de gelo no local

Apesar da orientação para evitar temperaturas muito frias de forma geral, o uso de compressas de gelo no local da aplicação é um dos cuidados mais recomendados após preenchimento com ácido hialurônico. O uso de gelo local ajuda a aliviar a dor e o incômodo que podem surgir, além de favorecer a diminuição do inchaço.

O ideal é usar toalhas geladas ou bolsas de gel, desde que sejam leves e não façam peso excessivo sobre o rosto. Três a quatro aplicações de 20 minutos ao longo do dia são suficientes para promover o alívio necessário.

  • Hidrate a pele corretamente

A hidratação facial é essencial para manter o colágeno e a elastina e contribuir para que sua pele permaneça mais jovem por mais tempo. Mesmo depois do preenchimento com ácido hialurônico, o ritual de hidratação deve ser mantido, pois isso contribui para que os efeitos do tratamento durem por mais tempo.

Mas não basta usar qualquer creme, mas um que proporcione uma boa hidratação na pele. Converse com o profissional que realizou o procedimento ou peça orientação de um dermatologista para escolher o produto certo para seu tipo de pele e idade.

  • Aplique antioxidantes

Os antioxidantes como séruns e vitamina C ajudam a potencializar a ação do protetor solar e ainda protegem a pele dos prejuízos causados pela poluição. Os antioxidantes neutralizam a ação dos radicais livres responsáveis pelo envelhecimento cutâneo, que causam as tão temidas rugas.

Depois do preenchimento, os antioxidantes ajudam a manter a pele bonita e viçosa por mais tempo. Vale lembrar que a duração do procedimento depende dos cuidados tomados depois da aplicação do ácido hialurônico.

  • Adote bons hábitos

No entanto, não adianta fazer o preenchimento com ácido hialurônico, investir em cremes e serums caros e manter uma rotina de hábitos nada saudáveis. Depois do período de repouso, é importante investir em atividades físicas, pois a prática regular de exercícios retarda o envelhecimento.

Além disso, manter uma alimentação saudável, rica em alimentos com colágeno, é essencial para manter os resultados do tratamento. O consumo do açúcar deve ser diminuído, pois esse alimento contribui para o aparecimento de rugas. O cigarro é outro hábito nocivo que deve ser eliminado de sua vida, caso você queira que seu preenchimento dure muito tempo.

Compartilhe: